Hair Loss In Pregnancy

Não é mito que na gravidez o cabelo é mais bonito, volumoso e brilhoso, já que os níveis de estrogênio e progesterona estão altos durante o período. Depois, no entanto, com a considerável diminuição de hormônios, que perdura de dois a quatro meses após o parto, pode ser percebido uma queda acentuada dos fios, que por sua vez, entram num estágio conhecido como “eflúvio telógeno”.

A queda que acompanha ainda fragilidade e até falhas visíveis, em especial na região em cima da testa, é temporária, e não deve ser vista com preocupação, e para evitar o problema, o tratamento precoce é a melhor saída.

Nos últimos três meses de gestação e até alguns meses depois do parto, é interessante dar início a um acompanhamento nutricional, incluindo no cardápio nutrientes como ferro, zinco, cobre, selênio, biotina e cisteina — grandes aliados da saúde capilar. Além disso, vale investir em produtos ricos em aminoácidos e proteínas capazes de fortalecer os folículos.

Se, no entanto, a perda de volume e a queda de cabelo persistirem por mais de quatro meses, procure o médico tricologista para investigar as razões por trás do quadro, e receber o tratamento adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *